Goleiro teria prometido fazer exame de DNA

CASO BRUNO

, O Estado de S.Paulo

05 de julho de 2010 | 00h00

O goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, de 25 anos, teria prometido à estudante paranaense Eliza Samudio, também de 25, um apartamento em Belo Horizonte e um teste de DNA no começo do mês passado. A jovem, desaparecida desde 10 de junho, tentava provar na Justiça que o jogador de futebol é o pai do filho dela, de 4 meses. As afirmações foram feitas ontem pelo advogado Jader Marques, contratado por Luiz Carlos Samudio, pai de Eliza. Marques se reuniu com os delegados do caso, mas não informou detalhes sobre o encontro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.