JB Neto/AE
JB Neto/AE

Gol bate em carreta e dois morrem na zona norte de SP

Carreta estava estacionada no acostamento de avenida; poça d´água pode ter causado aquaplanagem

Bruno Lupion e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

14 Dezembro 2010 | 03h38

SÃO PAULO - Duas pessoas morreram e duas ficaram gravemente feridas, no início da madrugada desta terça-feira, 14, após um Gol verde, com placas de Guarulhos, bater violentamente na traseira de uma carreta que estava estacionada no acostamento da avenida Educador Paulo Freira (via que liga a Marginal do Tietê à rodovia Fernão Dias), na Vila Maria, região nordeste da capital paulista.

 

O motorista da carreta, da empresa Mega Peso Transportes, de Campinas, interior de São Paulo, havia parado no acostamento para esperar pelo carro da escolta. No momento em que o Gol bateu na traseira da carreta, o caminhoneiro dormia e não ouviu o barulho do choque. O condutor da carreta só acordou com a chegada dos bombeiros, acionados para resgatar as vítimas. Havia quatro pessoas no Gol.

 

As vítimas, que moram no Parque Novo Mundo, bairro vizinho à Vila Maria, voltavam do trabalho. Dois dos quatro ocupantes morreram na hora: Josias Moura Filho, com cerca de 30 anos de idade; e um homem identificado até o momento apenas como Samuel, de 26 anos. Josias era casado e deixa dois filhos, de 1 e 3 anos. Ambos viajavam como passageiros e estavam no lado direito do carro.

 

Anderson Conceição, de 20 anos, motorista do veículo, e Derby Moura Filho, de 21 anos, que seguia no banco de trás, foram levados por resgates dos bombeiros, em estado grave, para o pronto-socorro do hospital Padre Bento, em Guarulhos. Há suspeita de que uma poça d'água que ocupava duas faixas de rolamento da avenida tenha causado aquaplanagem no veículo, levando Anderson a perder o controle da direção.

Mais conteúdo sobre:
Acidente, carro, Vila Maria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.