Gisele faz 1º desfile aberto ao público

Em uma passarela quatro vezes maior do que a padrão, modelo mostrou coleção de roupas

VALÉRIA FRANÇA, O Estado de S.Paulo

02 Dezembro 2011 | 03h00

O clima era de grande expectativa. Havia também certa tensão no ar antes da realização do primeiro desfile aberto ao público da modelo Gisele Bündchen, que ocorreu ontem no Shopping Iguatemi, nos Jardins, zona sul de São Paulo. Os organizadores temiam que houvesse tumulto. E a modelo estava preocupada com o tamanho da passarela montada no lobby para a apresentação de sua terceira coleção de roupas e acessórios para a C&A.

"Essa é a maior passarela que já entrei", disse Gisele ao chegar ao prédio, 40 minutos antes do evento, marcado para as 10h30. A plataforma instalada tinha 200 metros de extensão, quatro vezes o tamanho de uma passarela comum - e com direito a duas rampas. Gisele colocou o salto de 10 centímetros e foi testar o caminho.

Como a divulgação do evento foi até discreta, muitos clientes que foram às compras de Natal no shopping nem sabiam do desfile.

A gaúcha aspirante a modelo Virgínia Polesello, de 16 anos, por exemplo, levou um susto ao ver Gisele surgindo na rampa de entrada do prédio.

"Precisei me beliscar para ter certeza de que não era um sonho. Estou em São Paulo há pouco mais de uma semana e sempre quis vê-la de perto. Eu nem vim muito arrumada para o shopping." Virgínia estava com a amiga baiana Anne Lima, de 18 anos, que também ficou maravilhada. "Aqui nessa cidade acontece de tudo."

Maratona. O público foi aumentando em torno da passarela, rodeada por muitos seguranças, mas sem tumulto. Até que... "Gisele, Gisele!", gritou o cabeleireiro Marcelo Martins, de 33 anos, que assistiu a todos os seus desfiles no País nos últimos 12 anos. A modelo se aproximou e estendeu as mãos - e o cabeleireiro pegou firme nelas.

Ela queria continuar a desfilar e ele ali, firme, segurando forte. "E agora?", comentou um dos segurança com o parceiro. "O que a gente faz?" Entre os dois havia só um cercado de alumínio. Passados alguns segundos intermináveis, antes mesmo de a segurança precisar se movimentar, Martins deixou a modelo seguir. Depois das fotos finais do desfile, Gisele desabafou: "Foi uma maratona."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.