Gil Rugai deve ir a júri dia 18 de fevereiro

O juiz Adilson Paukoski Simoni, da 5.ª Vara do Júri da capital, determinou na sexta-feira que Gil Rugai será levado a júri em 18 de fevereiro. O julgamento, que deve ocorrer no Fórum da Barra Funda, já foi adiado duas vezes por pedidos da defesa. O publicitário e ex-seminarista é acusado da morte do pai e da madrasta. O empresário Luiz Rugai e a mulher, Alessandra Troitino, foram assassinados a tiros em casa, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo, em 2004. Gil Rugai responde ao processo em liberdade.

O Estado de S.Paulo

02 Outubro 2012 | 03h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.