Gil Gomes vai voltar ao jornalismo

Os gestos, a voz e o visual do jornalista Gil Gomes, de 71 anos, foram características que o marcaram como o repórter policial do jornal diário Aqui Agora, exibido pelo SBT entre 1991 e 1997. "Sempre gostei de roupas de cores fortes e estampadas por causa da alegria que elas passam", comenta. Para os seus fãs, uma boa notícia: ele diz que vai voltar ao jornalismo em breve.

O Estado de S.Paulo

03 Novembro 2011 | 03h03

Gomes está com contrato assinado com a rádio Tupi, do Grupo CBS, e vai retomar lá sua rotina de "trabalhar, trabalhar, trabalhar". Enquanto não volta ao batente, o jornalista está passando por tratamento contra mal de Parkinson - doença degenerativa do sistema nervoso que afeta os movimentos.

Gomes rememora com saudosismo os tempos de televisão, em que diz ter trabalhado com "a seleção brasileira de repórteres". Da equipe do programa, destacam-se os jornalistas César Tralli e Sônia Abrão, o agora deputado federal Celso Russomanno (PP-SP) e o deputado estadual Wagner Montes (PDT-RJ). "Quando eu falei do PCC pela primeira vez, chamaram de jornalismo lixo. O que eu falava naquela época está acontecendo agora", diz o jornalista.

No dia 5 de agosto, Gomes deixou a rádio Record, quando a empresa decidiu investir mais em músicas e boletins jornalísticos. Ele trabalhava lá desde 2007.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.