''Gerentão'' vai cuidar da limpeza em 37 avenidas

As grandes avenidas de São Paulo terão um "gerentão" para cuidar dos serviços de varrição e limpeza de cerca de 100 km de vias. O cargo, que ainda está vago, foi criado no sábado - por meio de portaria publicada no Diário Oficial da Cidade. Será nomeado pelo secretário de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo, e responderá também ao secretário de Serviços, Dráusio Barreto. O mais provável é que Camargo indique um ex-subprefeito, agora assessor especial.

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2011 | 00h00

O gerente acumulará a responsabilidade de coordenar a conservação de 37 avenidas e ruas com grande fluxo de automóveis nos eixos viários Norte-Sul, Leste-Oeste e nas Marginais do Pinheiros e do Tietê, além do Minianel Viário. Ele deverá planejar e emitir ordens de execução de serviços e auxiliar as secretarias a fiscalizar contratos com as cinco empresas terceirizadas que realizam a zeladoria.

Ficam sob o controle da Gerência de Serviços a raspagem e a retirada de terra, areia e materiais sólidos carregados e depositados nas vias por ventos ou chuvas; a limpeza de bueiros, bocas de lobo, galerias pluviais e tanques de enchentes; a capinação e a irrigação de ruas não pavimentadas. E até a remoção de animais mortos abandonados.

Anteriormente, a função era descentralizada em cada uma das subprefeituras que administram as regiões por onde as ruas, avenidas, pontes e viadutos passam - o que atrapalhava a fiscalização. Os garis, cedidos pelas subprefeituras, formarão uma equipe para as grandes avenidas, mas com coordenação independente. Segundo estimativa inicial da pasta de Serviços, serão necessários entre 300 e 400 varredores, dia e noite, sem criar gasto adicional ao orçamento.

PARA LEMBRAR

A Avenida Paulista foi a primeira de São Paulo a ter um "gerente". O cargo foi criado em 2008 e funcionou somente até outubro de 2009. Duas pessoas ocuparam o posto: João Carlos Maradei e Heitor Sertão, que chegou a usar Twitter e blog para manter contato com moradores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.