Genro de deputado morre a 240 km/h

Genro do deputado distrital Agaciel Maia (PTC), o empresário Rodrigo Luiz Lima Cruz, de 34 anos, morreu por volta das 4h de ontem depois que o carro em que dirigia bateu em um caminhão na Asa Sul, em Brasília. O velocímetro do carro de Cruz, um Dodge SRT8, travou a 240 km/h no momento da batida. O limite da via é de 60 km/h. O empresário, segundo uma testemunha, estaria vindo de uma festa. Um exame em amostra de sangue vai apontar se ele ingeriu bebida alcoólica.

O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2012 | 03h04

Interior paulista. Em Sorocaba, a 92 km de São Paulo, o empresário Alberto Matias Ferreira Soares, de 20 anos, é acusado pela polícia de ter atropelado e matado o ajudante-geral Deivid Wellington da Silva, de 23. Sem carteira de habilitação, Soares não desacelerou ao atingir Silva nem parou o carro para socorrê-lo. O acidente foi no dia 2.

A identificação de Soares foi feita por meio de imagens de câmeras de vigilância. Ele deve responder por homicídio culposo (sem intenção de matar).

Segundo seu advogado, Luiz Vicente Bezinelli, a vítima estava na rua (que não tem calçada) e Soares não parou por medo de sofrer represálias. / JOSÉ MARIA TOMAZELA E VANNILDO MENDES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.