'GCMs vão sentir mão pesada de secretário'

O prefeito Fernando Haddad (PT) disse ontem que os guardas-civis metropolitanos envolvidos no caso de agressão a skatistas na Praça Roosevelt, na região central, no dia 4, vão sentir a "mão pesada" de seu secretário de Segurança Urbana, Roberto Porto. "Queremos que a GCM assuma seu caráter comunitário, como no mundo desenvolvido", disse. "Entendo que a força da cidade está em sua diversidade."

O Estado de S.Paulo

12 Janeiro 2013 | 02h01

Haddad afirmou que a medida de ter afastado os agentes envolvidos no caso foi simbólica de que seu governo não vai tolerar ações violentas. "Não podemos mais aceitar também qualquer tipo de violência contra os moradores de rua", acrescentou. / D.Z.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.