GCM mata assaltante na zona leste

Guarda civil metropolitana baleou um segundo suspeito que foi preso em seguida; dupla estava com carro e dinheiro roubados

O Estado de S. Paulo

09 de novembro de 2014 | 15h03

 SÃO PAULO - Um assaltante morreu e outro foi baleado e preso, no início da madrugada deste domingo, 9, após uma guarda civil metropolitana (GCM) de 35 anos reagir e disparar contra os dois, segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública. 

Armados com revólveres calibre .38 os assaltantes invadiram um pizzaria no Jardim Helena e anunciaram o assalto. Ao render os clientes, um dos assaltantes foi até a GCM que estava fora do horário de trabalho. O ladrão disse para a mulher saber que ela era da guarda.

Enquanto isso, o outro assaltante e o dono da pizzaria, um comerciante de 44 anos, cunhado da guarda, brigavam no meio do comércio. A GCM reagiu, sacou o revólver e disparou contra os dois assaltantes. O cunhado levou um tiro de raspão de um dos suspeitos. 

A Polícia Militar foi chamada. Ao chegar no local, os policiais encontraram um carro roubado em poder dos assaltantes e R$ 881. O caso foi registrado como homicídio decorrente de intervenção policial e roubo. 


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.