Divulgação
Divulgação

GCM apreende 9 mil produtos ilegais no GP Brasil de Fórmula 1

Entre as apreensões estão camisetas, bonés e relógios falsificados, capas de chuva e cervejas

estadão.com.br,

28 Novembro 2011 | 09h17

SÃO PAULO - Mais de nove mil produtos ilegais foram apreendidos no domingo, 27, durante o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, em Interlagos, na zona sul de São Paulo. Deste total, três mil eram produtos falsificados, entre réplicas de relógios, camisetas e bonés.

A Operação Fórmula 1 da Guarda Civil Metropolitana começou na última quinta-feira e terminou ontem, realizado nas principais avenidas e ruas próximas ao Autódromo Internacional José Carlos Pace.

Entre as apreensões estão camisetas, bonés e relógios falsificados, réplicas de placas, capas de chuva, cervejas, refrigerantes, águas, produtos perecíveis, copos descartáveis, caixas de isopor, carrinhos, sorvete, entre outros itens.

A ação contou com um efetivo de 300 guardas civis metropolitanos e 60 viaturas (entre veículos, bases comunitárias móveis, motos e micro-ônibus), com o objetivo de combater o comércio irregular, controlar o espaço de uso público, proteger o patrimônio e atendimento ao público.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.