Garcia desculpa-se e ataca interpretação da mídia

Em nota, disse que a reação "absolutamente pessoal" não expressava "satisfação", "alívio" ou "felicidade" "como pretendem alguns setores da mídia

Rosana de Cassia, da Agência Estado,

20 de julho de 2007 | 13h13

O Assessor Especial do Presidente Lula, Marco Antonio Garcia, desculpou-se pelos gestos obscenos que fez na noite de quinta-feira, 19, ao ouvir a notícia de que o acidente aéreo da TAM teria sido provocado por defeito no aparelho. Em nota, disse que a reação "absolutamente pessoal" não expressava "satisfação", "alívio" ou "felicidade" "como pretendem alguns setores da mídia.   Veja também:  Após comemoração, PSDB pede demissão de Marco Aurélio Garcia O que você acha da atitude de assessores de Lula? Lista de vítimas do acidente do vôo 3054  O local do acidente  Quem são as vítimas do vôo 3054  Histórias das vítimas do acidente da TAM  Galeria de fotos  Opine: o que deve ser feito com Congonhas?  Cronologia da crise aérea  Acidentes em Congonhas  Vídeos do acidente  Tudo sobre o acidente do vôo 3054    Assista à comemoração de Marco Aurélio Garcia no YouTube      Marco Aurélio disse que o sentimento que teve ao ver o noticiário com as imagens dos seus gestos foi de indignação. "O momento que vive o país, abalado pela morte de cerca de 200 homens, mulheres e crianças - muitos dos quais gaúchos, como eu - é antes de tudo de recolhimento, luto e pesar", afirma.   Marco Aurélio acrescenta, na nota, que sem nenhuma investigação ou parecer técnico consistente, "importantes setores dos meios de comunicação não hesitaram, poucas horas depois do acidente, em lançar sobre o governo a responsabilidade da tragédia de São Paulo, como já haviam feito anteriormente com a queda do avião da Gol", numa referência ao acidente ocorrido em setembro do ano passado, quando um Boeing da Gol se chocou com um jato da Legacy, no Sul de Mato Grosso.   "Assim, o sentimento que extravasei, em privado, foi é de repúdio àqueles que trataram sordidamente de aproveitar a comoção que o país vive, para insistir na postura partidária de oposição sistemática de um governo duas vezes eleito pela imensa maioria do povo brasileiro", acrescenta Marco Aurélio que conclui: "aos que possam, ainda assim, sentir-se atingidos por minha atitude, apresento minhas desculpas".

Tudo o que sabemos sobre:
Vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.