Garantir a privacidade na internet

1. Como se proteger?

, O Estado de S.Paulo

05 Julho 2011 | 00h00

Sempre que possível, use pseudônimos. Varie o nome e a senha em diferentes sites. Leia atentamente os termos e as condições de uso e privacidade e não os aceite se tiver dúvidas. Prefira serviços com políticas restritivas de divulgação de informações, como os que não cedem dados a terceiros.

2. Que cuidados devo tomar ao acessar os sites?

Fique atento às mudanças na política de privacidade, pois ela pode ser alterada sem que você perceba. Cuidado com termos como "autorizo", "desejo receber", etc. Verifique se o serviço permite corrigir, bloquear ou desativar seus dados.

3. E nas redes sociais?

Proteja o seu perfil. Na internet há vários tutoriais que explicam passo a passo como customizar suas opções de privacidade e sua conta nas redes. Restrinja o seu perfil a seus amigos. Dessa forma, só eles podem ver o que você publicou. Evite publicar informações como local e data de nascimento para minimizar a possibilidade de roubo de identidade. Não cite os lugares que você frequenta, onde mora e onde está no momento da postagem. Também evite comentários sobre gastos, preços de produtos que adquiriu e bens que possui. Não adicione pessoas que você não conhece ou das quais desconfia.

4. O que a lei diz?

O Código de Defesa do Consumidor oferece garantias de proteção aos dados pessoais.

Fonte: Revista do Idec (junho/2011)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.