NILTON FUKUDA/ESTADÃO
NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Gambiarra indica ponto de ônibus em Pinheiros

Totem de madeira foi instalado na Rua Cardeal Arcoverde após reforma de calçadas

Caio do Valle, O Estado de São Paulo

08 Maio 2014 | 03h00

SÃO PAULO - Esperar o ônibus onde não há abrigo do sol e da chuva, nem banco para se sentar, já irrita. Aguardar o coletivo em uma parada totalmente improvisada beira a provocação. É o que sentem passageiros que embarcam de coletivos na Rua Cardeal Arcoverde, em Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. Desde abril, um cavalete e alguns pedaços de madeira fazem as vezes de sinalização para os veículos encostarem e os passageiros embarcarem na altura do número 1.998.

A gambiarra começou após a reforma da calçada de parte da via, que liga a Avenida Doutor Arnaldo ao Largo da Batata. O piso foi trocado e nivelado por um calçamento de concreto armado. Mas o antigo poste que indicava o ponto de ônibus desapareceu. Há cerca de duas semanas, uma placa de madeira com os dizeres "ponto de ônibus" escritos a mão passou a substituí-lo. Enquanto isso, boa parte dos antigos abrigos da cidade são trocados por modelos bem mais modernos.

O aposentado Paulo Ferreira, de 65 anos, diz que o ponto foi colocado ali pela empresa contratada pela Prefeitura para revitalizar as calçadas da Cardeal Arcoverde. "Mas foi colocado alguns metros mais para cima de onde era o ponto original." Os usuários ficaram perdidos.

Para Ferreira, a calçada naquele trecho tem dimensões suficientes para a instalação de um abrigo completo, com cobertura e assento. "Como já tem um na frente do cemitério, na própria Cardeal."

A autônoma Adriana Barros, de 33 anos, trabalha em uma loja quase na frente do ponto antigo. De acordo com ela, o local está sempre cheio de passageiros, de manhã até o fim da noite, já que pela Cardeal circulam diversas linhas de ônibus, não só da São Paulo Transporte (SPTrans), mas também da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU), com itinerários para cidades da região oeste da Grande São Paulo, como Osasco. "Muitos alunos da Escola Estadual Fernão Dias, que fica aqui atrás, também esperam os ônibus aqui."

Substituição. Em nota, a SPTrans informou que "a concessionária Ótima já substituiu oito pontos de ônibus (abrigos ou totens) na Rua Cardeal Arcoverde". "No trecho em obras há apenas dois pontos cuja substituição será incluída no cronograma de trabalho", acrescentou. O contrato com a Ótima é gerenciado pela SPObras, que afirmou que "o ponto de ônibus retirado será recolocado até o final desta semana".

Mais conteúdo sobre:
Ônibus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.