Eveltson de Freitas/AE
Eveltson de Freitas/AE

Gal Costa será o destaque da Virada Paulista

Outros nomes confirmados são: Racionais MC's, Erasmo Carlos, Nando Reis, Titãs e Ultraje a Rigor

JULIO MARIA, O Estado de S.Paulo

04 Abril 2012 | 03h08

A Secretaria de Estado da Cultura anunciou ontem os detalhes da próxima Virada Cultural Paulista. Nos dias 19 e 20 de maio, cerca de mil atrações tomarão palcos em 27 cidades do litoral e do interior de São Paulo - e de mais sete da região do ABC paulista. Os shows serão gratuitos.

Apesar de o texto distribuído à imprensa dizer que esta 6.ª edição "apresenta grandes nomes da música nacional e internacional", o foco está nas atrações brasileiras. "Nosso interesse agora é priorizar esses shows nacionais", disse a coordenadora geral do evento, Dora Leão. O orçamento total da Virada não aumentou em relação ao do ano passado: R$ 6 milhões.

O site da secretaria (www.cultura.sp.gov.br) traz a programação ainda chamada de prévia. De internacionais, apenas o regueiro Ky-Mani Marley, mais um dos filhos de Bob Marley; o percussionista cubano Fernando Ferrer, que toca mais aqui do que em Havana; e o guitarrista e compositor americano Arto Lindsay, outro freguês dos palcos e estúdios brasileiros.

A atração de maior destaque será Gal Costa, pela primeira vez em uma Virada Paulista. Ela fará o show de seu recente disco Recanto, dirigido por Caetano Veloso, à meia-noite do dia 19, na Arena da Fonte, em Araraquara, e às 18h de domingo em São José do Rio Preto.

Os Racionais MC's, que já foram pivô de um enfrentamento com a Polícia Militar na Virada Cultural de São Paulo, em 2007, serão a principal atração do dia 19 em Bauru (à meia-noite, no Parque Vitória Régia). Dexter, outro rapper da "ala dura", faz show com Max B.O. em Campinas, às 16h30 do primeiro dia.

Entre outros nomes da programação estão Erasmo Carlos, Cibelle, Ceumar, Nando Reis, Emicida, Gaby Amarantos, Titãs, Ultraje a Rigor e Roberta Sá. Haverá ainda DJs, espetáculos de circo, dança e teatro. "A ideia é a Virada receber artistas que proporcionem um fluxo de ritmos e tendências", diz Dora.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.