Fundação Casa apura se menores sofrem maus tratos em Ribeirão Preto

Parentes disseram que rebelião no domingo foi para protestar contra os maus tratos

estadão.com.br,

29 de agosto de 2011 | 09h14

SÃO PAULO - A Corregedoria da Fundação Casa vai apurar se houve abuso de funcionários na unidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. No domingo, 35 internos se rebelaram e mantiveram funcionários reféns. Os familiares disseram que os menores protestavam contra maus-tratos.

 

O motim começou às 10h30, após a entrada dos parentes para a visita semanal, e terminou por volta das 17 horas. Dois funcionários foram feitos reféns e dois internos ficaram feridos, sem gravidade. O caso será alvo de sindicância.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.