Funcionários do Itamaraty mantêm greve

Funcionários do Itamaraty decidiram ontem, em assembleia, manter por tempo indeterminado a greve iniciada na segunda-feira. Eles alegam não ter nenhuma proposta do governo - a primeira reunião de negociação foi marcada pelo Ministério do Planejamento para quinta-feira. O número de postos consulares e embaixadas que aderiram à greve subiu ontem para 103.

O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2012 | 03h03

O movimento tem maior adesão entre oficiais e assistentes de chancelaria e paralisa atividades como concessão de visto para estrangeiros e emissão de passaporte para brasileiros. Servidores reivindicam mudanças na maneira de pagamento dos salários e reajustes que chegam a 100%.

No Brasil, pelo menos 250 servidores em Brasília aderiram à greve e cerca de 100 continuavam trabalhando. Mas mais de 300 que estavam no Rio para a Rio+20 também devem entrar em greve. / LISANDRA PARAGUASSU

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.