Funcionários da CPTM decidem suspender greve prevista para esta terça

Parte da proposta foi aceita, mas ferroviários afirmam que negociações continuam

O Estado de S. Paulo

19 Maio 2014 | 21h23

Os funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) desistiram de fazer greve a partir da meia-noite desta terça-feira.

A decisão foi tomada nas assembleias dos sindicatos no fim da tarde desta segunda-feira, 19. Mais cedo, em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), a CPTM havia feito uma nova proposta para a categoria, subindo o reajuste salarial de 7%, como oferecido na semana passada, para 7,5%.

"Nós não entraremos em greve amanhã, mas continuaremos em estado de greve enquanto as negociações não forem encerradas", afirmou Izac de Almeida, que representa os ferroviários das linhas 8 e 9 da CPTM.

Segundo Almeida, apenas a proposta de reajuste de no Vale-Alimentação (que passaria de R$ 100 para R$ 247) foi aceita. As outras questões ainda serão discutidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.