Funcionários da Cetesb entram em greve por aumento salarial

Categoria faz protesto na região de Pinheiros e exige garantia de 100% de emprego efetivo

Gheisa Lessa - Central de Notícias,

04 de junho de 2012 | 12h22

São Paulo, 4 - Funcionários da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), ligada à Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo, entraram em greve nesta segunda-feira, 4. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores de Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), a categoria pede aumento salarial e garantia de 100% do emprego efetivo.

Durante a manhã desta segunda, os funcionários da Cetesb realizaram um ato de reivindicação em frente à empresa, localizada na Avenida Frederico Herman Júnior, no número 345, em Pinheiros, zona oeste. De acordo com o Sintaema, a adesão à greve é de 100% dos funcionários, mas alguns continuam trabalhando para cumprir um esquema de emergência e diminuir o impacto da paralisação à população. A Cetesb conta com cerca de 2 mil funcionários, de acordo com assessoria de imprensa do Sintaema.

Conforme informações do Sintaema, a Cetesb cancelou as duas últimas reuniões agendadas para acontecer na última semana, sendo que no último encontro a empresa ofereceu reajuste salarial de 4,15% e 90% de garantia de emprego. A categoria pede por reajuste de 5% e aumento real de 5,9%, além da garantia do emprego a 100% dos cargos efetivos. Uma reunião de conciliação está marcada para acontecer na próxima terça-feira, 5, às 15h, no Tribunal Regional do Trabalho, no centro de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cetesbgreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.