Funcionário de casa noturna é preso sob suspeita de estupro em SP

Crime teria ocorrido na madrugada dentro da Kiss and Fly; suspeito é um bombeiro civil

Priscila Trindade, do estadao.com.br,

18 de junho de 2011 | 21h08

Imagem da TV Globo mostra o suspeito após o incidente na Kiss and Fly, em São Paulo

 

SÃO PAULO - Um funcionário de uma casa noturna foi preso neste sábado, 18, suspeito de estuprar uma jovem de 20 anos que comemorava a formatura da irmã no Itaim, na zona oeste de São Paulo. O crime teria acontecido na madrugada dentro do ambulatório médico da Kiss and Fly, localizada na Avenida Presidente Juscelino Kubitschek.

 

No complexo da casa noturna funcionam ainda um shopping center, um restaurante e um bar.

 

De acordo com a Polícia Militar, que foi acionada às 5 horas, o suspeito é um bombeiro civil. Ele foi levado para o 15º Distrito Policial (Itaim Bibi), onde foi indiciado por estupro de vulnerável, quando a vítima não é capaz de se defender. Informações iniciais apontam que a jovem estava embriagada.

 

O homem contou uma história diferente na delegacia. Ele disse que a relação sexual foi consentida.

 

A casa noturna disse que está apurando o caso e que vai assumir as responsabilidades, caso sejam constatadas irregularidades. O bombeiro civil, segundo a casa noturna, é de uma empresa terceirizada. A casa disse ainda que está sendo solidária com a família da vitima.

Tudo o que sabemos sobre:
estuprocasa noturnabombeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.