Funcionário de casa de câmbio assaltada em Congonhas se apresenta à polícia

Suspeito está acompanhado do advogado e deve prestar novo depoimento sobre o caso ainda hoje

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

07 de janeiro de 2012 | 12h43

SÃO PAULO - Tarsio de Santana Piziolo, de 20 anos, suspeito de envolvimento no assalto à casa de câmbio no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, se apresentou à polícia na manhã deste sábado, 7. Ele é um dos funcionários do estabelecimento.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), ele compareceu na delegacia do terminal acompanhado do advogado por volta das 10h. O suspeito deve prestar outro depoimento sobre o caso ainda hoje. Piziolo passou a ser suspeito no caso porque quebrou as normas de segurança.

Segundo imagens do circuito interno de segurança, dois homens armados entraram no local na noite de terça-feira, 3. A dupla chegou na casa de câmbio às 22h, quando um funcionário fechava a loja. Policiais militares chegaram ao aeroporto após o acionamento do botão de pânico do estabelecimento e encontraram os funcionários algemados. Em dez minutos, R$ 251 mil foram levados em moedas de diversos países. Ninguém se feriu.

Tudo o que sabemos sobre:
casa de câmbioCongonhas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.