Funcionário de associação de delegados é suspeito de desviar R$ 500 mil

Gerente financeiro da entidade havia sido contratado em 2011 e já foi demitido

O Estado de S. Paulo

02 Maio 2013 | 10h58

A presidente da Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo (Adpesp), Marilda Pansonato Pinheiro, afirmou nesta quinta-feira, 2, que já foi instaurado um inquérito policial para investigar supostos desvios feitos pelo gerente financeiro da entidade, W.B.S., suspeito de ter desviado cerca de R$ 500 mil.

"Os bens dele já foram bloqueados, as contas todas já foram bloqueadas, e há uma auditoria em andamento", disse ela, acrescentando que ele foi demitido assim que se instaurou o inquérito, no último dia 17. "Vamos ter que apurar. Isso é triste, lamentável, mas tem que ter transparência, tem que investigar. Somos vítimas."

O suspeito trabalhava na Adpesp desde julho de 2011 e teria desviado dinheiro durante transações da entidade, que é a principal representante de classe dos delegados paulistas. Ele foi demitido por justa causa.

A reportagem não conseguiu contato com ele.

 

Mais conteúdo sobre:
delegados Adpesp desvio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.