Funcionário colaborou com roubo em empresa de segurança

A polícia anunciou ontem que o vigilante Tiago Torres dos Santos, de 23 anos, colaborou com a quadrilha que invadiu e roubou armamentos e munição de uma empresa de segurança na zona oeste de São Paulo, onde ele trabalhava, no último domingo. Parte do material foi recuperado.

WILLIAM CARDOSO, O Estado de S.Paulo

27 Setembro 2012 | 03h04

Além de Santos, foi preso Antonio Carlos Oliveira de Magalhães, de 35 anos, integrante do bando. Estão foragidos Eudes Cristiano do Amaral, de 34, e Douglas da Silva, de 28, que também participaram do assalto.

Segundo o titular da 6.ª Delegacia do Patrimônio (Facções Criminosas e Lavagem de Dinheiro), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Márcio Martins Mathias, o segurança não foi convincente ao explicar por que deixou os bandidos entrarem na empresa com outro funcionário, que havia sido feito refém. Questionado sobre as contradições, confirmou que ganharia uma moto e parte do que seria arrecadado com a venda do material.

Nas casas dos criminosos, a polícia recuperou oito revólveres, 375 projéteis calibre 12, 120 projéteis calibre 38 e cinco coletes balísticos. Também foi encontrada uma pistola .45 e anotações que, de acordo com a polícia, dizem respeito ao Primeiro Comando da Capital (PCC). O veículo usado no roubo, um Fiorino, também foi localizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.