Funcionária da TAM morreu no acidente, confirma secretaria

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo confirmou a morte de uma vítima do acidente com o Airbus 320 da TAM, que atravessou a pista do Aeroporto de Internacional Congonhas, na zona sul da capital paulista, e bateu num depósito de cargas, na noite desta terça-feira.   Segundo a assessoria da secretaria, uma funcionária da TAM foi levada para o Hospital Dante Pazzanese, no Ibirapuera, mas morreu. Por enquanto, não há informações sobre a identidade da vítima, cujo corpo agora será encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML).   Um Airbus A320 da TAM procedente de Porto Alegre, com 176 pessoas a bordo, derrapou no Aeroporto de Congonhas, atravessou a Washington Luiz e bateu num prédio da companhia aérea num posto de gasolina do outro lado da avenida.   O vôo, de número 3054, havia saído da capital gaúcha às 17h16. Foram encontrados nove sobreviventes. Ainda não havia informações sobre onde eles estavam na hora do acidente, se no avião ou no prédio. Três dos sobreviventes foram levados para o Hospital Alvorada e seis para o Hospital Jabaquara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.