Funcionária condenada por xingar ex-patrões

A ex-funcionária de uma clínica veterinária de Curitiba (PR) foi condenada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST) a pagar R$ 4 mil para dois sócios da empresa. A ação por danos morais foi impetrada pelos donos da clínica, depois que a ex-funcionária fez vários comentários sobre os ex-patrões na rede social Orkut. Segundo o TST, o conteúdo das conversas entre a ex-empregada e seus colegas "demonstrou a gravidade da ação". A mulher, que ainda admitiu maltratar animais levados ao local, pode recorrer.

O Estado de S.Paulo

29 Novembro 2012 | 23h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.