ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Frio e chuva chegam a SP e temperatura despenca para 13°C

Massa de ar polar encerra sequência recorde de dias quentes e secos; termômetros podem marcar até 9ºC durante a semana

O Estado de S. Paulo

26 de abril de 2016 | 22h10

SÃO PAULO - O abril mais quente dos últimos 73 anos em São Paulo vai acabar em clima de inverno. A partir desta quarta-feira, 17, as temperaturas na capital paulista deve cair até 9ºC ao longo da semana, segundo previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Os paulistanos sentirão já nesta madrugada a chegada da chuva e de uma massa de ar polar que vai ganhar força no decorrer do dia até atingir a mínima de 13ºC no fim da tarde.

"Até sábado, a perspectiva é de muito frio. Serão dias úmidos, nublados, com pouca variação de temperatura, e aquela garoa típica. As máximas devem ficar em torno dos 18ºC e a mínima pode chegar a 12ºC na quinta-feira. O impacto vai ser bem grande em relação ao que vimos até agora em abril. Só no domingo é que deve haver uma abertura e aumento da temperatura", afirma o meteorologista Marcelo Schneider.

Nesta terça-feira, São Paulo já teve a tarde mais fria do mês, com máxima de 26,8ºC. O índice encerrou uma sequência de 14 dias seguidos com temperaturas máximas acima de 30ºC, um recorde histórico na cidade. Segundo o Inmet, o recorde anterior de calor consecutivo em abril era de 6 dias em 2003. A mínima desta terça foi de 21,9ºC, ainda muito acima do que se prevê para o restante da semana. 

Até esta terça-feira, a máxima média na capital paulista era de 30,9ºC. Com a queda abrupta de temperatura nos próximos dias o Inmet projeta que abril encerre com máxima de 28,9ºC, que seria a maior para o mês de abril desde 1943, quando começaram os registros na estação do Mirante de Santana, zona norte da cidade. O recorde até agora é de abril de 2002, com 28,7ºC. 

Das dez maiores temperaturas registradas na história pelo Inmet em abril, quatro ocorreram neste ano. O recorde em 2016 foi no dia 9, com 32,9ºC, que só fica atrás na série histórica dos 33,4ºC registrados no dia 2 de abril de 1999. De acordo com as previsões, as temperaturas caem de forma acentuada nesta quarta-feira em todo o Estado SP e o tempo frio permanece até o final do mês, finalizando a contagem do total recorde de dias quentes em abril: 20 dias.

Tudo o que sabemos sobre:
friosão pauloinmet

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.