Fretados voltam para a Berrini após recuo da Prefeitura de SP

Mudanças nos pontos de embarque e desembarque que não têm estrutura adequada também devem ser feitas

29 de julho de 2009 | 18h59

Fretados em fila na Berrini após Prefeitura voltar atrás e liberar circulação. Foto: Evelson de Freitas/AE

 

Os ônibus fretados voltaram para a Avenida Luís Carlos Berrini, na zona sul de São Paulo, após a Prefeitura recuar e liberar a circulação na avenida. A região da Berrini teve protestos no primeiro dia de restrições, na segunda-feira, 27.

 

Veja também:

linkKassab diz que não recua, mas fretados são liberados na Berrini

linkÔnibus deixam rua residencial e complicam Marginal

linkMetrô tem até 23% mais procura e quem usa fretado reclama de atrasos  

forum Opine: a Prefeitura deve aliviar as regras aos fretados?

 

Com as mudanças nas restrições, somente 11 vias continuam vedadas aos fretados, entre elas as Avenidas Paulista e Brigadeiro Faria Lima. Além disso, a Prefeitura vai fazer alterações nos pontos de embarque e desembarque, em decorrência da falta de estrutura desses locais.

 

 

Apesar das liberações, o prefeito Gilberto Kassab voltou a afirmar nesta quarta-feira, 29, que as restrições vão continuar valendo na Avenida Paulista. Na terça, Kassab disse que não iria recuar das medidas por causa dos protestos, mas a Secretaria de Transportes liberou a circulação na Berrini.

Mais conteúdo sobre:
restriçõesfretados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.