Francisco preocupa católicos mais tradicionais

No evento realizado no dia 29 do mês passado no Colégio de São Bento, um dos participantes levantou a mão e revelou uma preocupação ao cardeal d. Claudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo. "Todos exaltam as características simples, as quebras de protocolo, os gestos de Francisco. Mas eu fui criado numa Igreja tradicional e acredito que toda a simbologia das vestes como as de Bento XVI e os rituais fazem parte do catolicismo. O papa Francisco não pode afastar os católicos tradicionais?", perguntou.

Edison Veiga, O Estado de S.Paulo

22 Julho 2013 | 02h08

Hummes não hesitou. Respondeu que Francisco saberá manter a "unidade na diversidade". "A Igreja precisa abraçar a todos, da extrema esquerda à extrema direita", afirmou. "Mas não devemos ter medo do papa, das novidades. Certamente ele vai fazer a Igreja caminhar para frente, mas com muita ternura. Ele é um homem muito compreensivo e sabe entender os pontos de vista diferentes."

Por fim, o cardeal deu um pequeno puxão de orelhas no participante. "O importante é que não julguemos os outros apenas por serem ou pensarem de modo diferente", aconselhou. "Não devemos nos achar mais cristãos do que os outros."

Mais conteúdo sobre:
papapapa Francisco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.