Fotógrafo morre após acidente de bicicleta

Paulo Bravos sofreu complicações estava internado desde novembro

07 de janeiro de 2008 | 18h41

Faleceu na manhã do último domingo, 6, o repórter fotográfico Paulo Bravos, 57 anos, em decorrência de três paradas cardiorrespiratórias. Bravos estava internado há quase dois meses, vítima de um acidente de bicicleta.   O repórter do jornal Diário de S. Paulo sofreu o acidente em 8 de novembro. Ele acompanhava um grupo de ciclistas que transitavam pela rua Borges de Figueiredo na Mooca, zona leste, quando o pneu dianteiro de sua bicicleta caiu em uma fenda na rua. Na queda, Bravos bateu o rosto no chão, teve deslocamento de três vértebras da coluna e outros ferimentos no rosto. Bravos havia perdido o movimento nas pernas.   Paulo César Bravos nasceu em Marília, interior de São Paulo, e trabalhou nos jornais Diário Popular, O Globo e nas revistas Placar e Afinal. Ele deixa mulher e três filhas.   O fotógrafo foi velado nesta segunda-feira, 7, e cremado no Cemitério da Vila Alpina, na zona leste de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
bravosacidentebicicleta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.