Fotógrafo do 'Estado' é atacado por dependentes

O repórter-fotográfico do Estado Marcos de Paula foi agredido ontem por usuários de crack que fotografava, na Avenida Brasil, no Rio. Ele levou pedradas nas costas, sofreu um corte no pescoço e torceu o tornozelo.

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2012 | 03h06

O fotógrafo usava uma teleobjetiva do outro lado da avenida. Havia cerca de 20 pessoas no entorno de um viaduto que dá acesso à Ilha do Governador, escondidas atrás de tapumes da obra do corredor expresso de ônibus.

Alguns identificaram o fotógrafo e atravessaram as pistas em sua direção. Uma pedrada atingiu a máquina, que caiu no chão. Ao parar para recuperá-la, o fotógrafo foi atacado. Marcos de Paula seguiu para uma clínica em Botafogo, onde realizou exames.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.