Foto de Amy é usada em embalagem de droga

Imagens da cantora Amy Winehouse e do terrorista Osama Bin Laden eram usadas por traficantes para aumentar a venda de drogas na Favela do Mandela, em Manguinhos, na zona norte do Rio. PMs apreenderam ontem no local cerca de 300 papelotes de cocaína com a fotografia da cantora e o nome "Amy House", além de trouxinhas de maconha com a foto do terrorista e a inscrição "Saudades Eternas".

Tiago Rogero / RIO, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2011 | 00h00

Segundo o comandante do 22.º BPM (Maré), tenente-coronel Gláucio, tudo fazia parte da "ação de marketing" dos traficantes. "No caso da Amy, como há todas essas informações na mídia de que ela era usuária de drogas, os criminosos aproveitaram para chamar a atenção para a cocaína que vendiam", disse. Os papelotes custavam entre R$ 5 e R$ 25. Um homem foi preso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.