Foto compartilhada com iPhone furtado faz dono reaver celular

Fotógrafo teve o aparelho levado em ônibus; horas depois, foi surpreendido pela foto de uma moça em seu perfil no Facebook

BÁRBARA FERREIRA SANTOS, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2013 | 02h03

Quatro dias após ter seu iPhone furtado, o fotógrafo carioca André Batista, de 37 anos, se surpreendeu com uma foto publicada em seu perfil no Facebook: a imagem de uma jovem loira segurando o aparelho desaparecido. Batista usou a foto para fazer uma denúncia na rede de relacionamentos. O post teve mais de 31 mil compartilhamentos e fez com que a garota devolvesse o celular na delegacia na noite de anteontem.

Segundo o fotógrafo, os pais da garota foram à delegacia entregar o celular e a devolução ocorreu "de forma cordial".

O aparelho foi furtado no dia 23, quando o fotógrafo voltava para casa em São Paulo. Assim que percebeu que seu celular não estava mais no bolso, ele percorreu as garagens e pontos finais da empresa que administra a linha de ônibus, mas não teve sucesso na busca. No mesmo dia, fez um boletim de ocorrência de furto ou extravio.

O fotógrafo disse aos amigos, por meio da mesma rede social, que havia perdido o celular. No dia 26, afirmou: "Eu sei, não é a primeira vez, sou distraído, avoado etc. etc., porém realmente me revolta o fato de ele não ter sido devolvido por quem achou, considero desonesto e até mesmo insensível, visto que a pessoa deve ter percebido o quão útil (mas não indispensável) um smartphone pode ser na vida de uma pessoa como eu", afirmou. Revoltado com o furto, disse que seria mais atento e em breve compraria outro. "Enjoy my iPhone, dear loser ('Aproveite meu iPhone, querido perdedor', em português)", completou.

No dia seguinte, a jovem postou a imagem de si mesma na frente do espelho na página de Batista na rede social. Ela não sabia que o site estava cadastrado no perfil do antigo dono do celular.

Avisado por amigos sobre a imagem, o fotógrafo tentou ligar para o telefone e enviar mensagens, mas o aparelho já estava desligado. Batista chegou a usar um aplicativo que localiza o aparelho, mas não conseguiu achar a loira. Ele aproveitou o "engano" da garota e fez a denúncia na rede social.

Juntamente com a imagem, publicou: "Aí, gente, a cara da esperteza... compra celular roubado (no caso, o meu) e depois posta foto feliz da vida sendo que logada no MEU Facebook!". Além de mais de 31 mil compartilhamentos, a foto suscitou comentários agressivos na rede social.

A repercussão levou a garota a devolver o celular na mesma delegacia onde André fez boletim de ocorrência. Acompanhada dos pais, ela fez um acordo com o fotógrafo. Sem dar mais detalhes, Batista mencionou anteontem no Facebook que havia recuperado o iPhone e agradeceu aos compartilhamentos e críticas. "Dentro de toda a loucura que se formou, que ao menos permaneça a razão pela qual fiz o post: Sejamos mais honestos." Em seguida, excluiu a imagem da jovem de seu perfil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.