ESTADÃO
ESTADÃO

Fórum em SP debate inclusão econômica de negros no mercado

Evento nesta quinta-feira vai promover um diálogo entre empresas privadas, empreendedores e poder público

MARCEL HARTMANN, ESPECIAL PARA O ESTADO

04 Novembro 2015 | 20h44

A Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) promovem nesta quinta-feira, 5, das 9h às 18h no Auditório Elis Regina, no Anhembi, o II Fórum de Desenvolvimento Econômico Inclusivo para debater a inclusão de negros e negras no mercado de trabalho. O evento vai promover um diálogo entre empresas privadas, empreendedores e poder público. A abertura será feita pelo prefeito Fernando Haddad (PT). 

A programação do fórum inclui palestras e mesas-redondas, que vão discutir, entre outros assuntos, empreendedorismo para a população negra, educação e tecnologia como fatores de inclusão e os benefícios da contratação de negros para a economia brasileira.

Cerca de 37% da população paulistana é afrodescendente, conforme o relatório Igualdade Racial em São Paulo: Avanços e Desafios, publicado no ano passado pela Prefeitura com base em dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Incluir essa população no quadro de funcionários ajuda as empresas privadas a compreenderem melhor o mercado e a promoverem igualdade social, avalia o secretário municipal de Promoção da Igualdade Racial, Maurício Pestana. “Ao contratar afrodescendentes, as empresas se beneficiam na questão social e no financeiro, porque vão saber como pensa o seu público consumidor.” 

Desde dezembro de 2013, está em vigor em São Paulo a Lei 15.939/2013, que garante 20% das vagas em concursos públicos para negros. Segundo o secretário Pestana, mais de 1 mil pessoas já foram beneficiadas.

Também palestram no evento a ministra de Igualdade Racial, Nilma Lino Gomes, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aldo Rebelo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.