Fórum da Justiça Federal na Paulista é esvaziado após ameaça de bomba

Segundo coordenação da unidade, ligação anônima feita às 10h dizia que haveria explosões nos andares pares; prédio ficou fechado por 2h30

Luciano Bottini e Paula Saldanã, O Estado de S. Paulo

05 Fevereiro 2014 | 12h47

SÃO PAULO - Uma ameaça de bomba no Fórum Pedro Lessa da Justiça Federal provocou o isolamento do edifício da primeira instância na Avenida Paulista, região central da capital. De acordo com a coordenação do fórum, uma ligação anônima, recebida por volta das 10h, dizia que haveria explosões em cada um dos andares pares do prédio. O telefonema fez com que o edifício ficasse interditado das 10h30 às 13h, quando voltou a funcionar normalmente.

Funcionários reclamaram que o esquadrão antibombas não foi acionado e, até as 13h30, alguns ainda permaneciam no térreo, com medo de entrar no edifício.

"Falaram para subir, mas não deram nenhuma garantia. Não foi feita uma varredura detalhada e a bomba pode estar em qualquer lugar", diz a estagiária Andressa Gomes, de 23 anos.

A diretora de base do Sindicato dos trabalhadores do Judiciário Federal no Estado de São Paulo (Sintrajud-SP) , Ana Luíza Figueiredo Goes, também reclama que o esquadrão antibomba não foi acionado. "Há uma pressão da administração para os funcionários entrarem, mas houve uma ameaça e a polícia especializa não veio."

Os funcionários exigiram que o coordenador do fórum viesse à porta para dar alguma garantia. "Todas as medidas de segurança foram verificadas, não há artefato, não há risco", garantiu. Quem fez a varredura foi a guarda do fórum, com o auxilio de policiais militares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.