Forte calor faz Secretaria da Educação recomendar aulas leves

Professores de educação física foram orientados a conscientizar sobre a importância de ingerir líquidos

Solange Spigliatti, estadao.com.br

03 Março 2009 | 10h24

A baixa umidade do ar e o forte calor dos últimos dias fizeram com que os professores de educação física fossem recomendados a dar aulas "mais leves" para reduzir o esforço dos alunos. A orientação partiu da Secretaria de Estado de Educação e tem o objetivo de prevenir problemas de saúde nos estudantes devido a atividades físicas neste período.   Veja também:  Risco de enfarte sobe 11% no calor e outras doenças aumentam  Capital pode ter chuva, mas dia será muito quente  Confira a previsão para o País e da sua cidade   Com a recomendação da Secretaria, as atividades de educação física podem ser desenvolvidas em quadra com esforço reduzido ou em sala de aula, como fisiologia, história e regras dos diversos esportes e jogos de classe, trabalhando, assim, a agilidade e a coordenação motora.   Os professores também foram orientados a conscientizar os alunos da ingestão de líquidos para a hidratação, principalmente durante exposição ao forte calor. As escolas municipais também adotam as mesmas medidas durante esta época de tempo seco em suas aulas de educação física, segundo informações da Secretaria Municipal de Educação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.