Fornecimento de energia é restabelecido em São Paulo

Vento e a queda de galhos de árvores foram as principais causas nos danos à rede área de distribuição

Ricardo Valota, Fábio Michel e Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

26 Dezembro 2008 | 03h40

Segundo a assessoria de imprensa da Eletropaulo, na noite desta quinta-feira, 25, a distribuição de energia já estava totalmente restabelecida nos cerca de 21 mil imóveis prejudicados pelas chuvas que atingiram a capital paulista e parte da Grande São Paulo entre 19 horas de quarta, 24, e 15 horas de quinta. Segundo a Eletropaulo, o vento e a queda de galhos de árvores foram as principais causas nos danos à rede área de distribuição de energia. Entre as 19h30 e 23h30 de quarta-feira, véspera de Natal, toda a capital paulista, com exceção da zona norte da cidade, ficou em estado de atenção. Os bairros mais atingidos foram Alto da Boa Vista, Jardim Aeroporto, Moema e Guarapiranga, todos na zona sul; de bairros dos municípios de Itapecerica da Serra, Taboão e Embu, região sudoeste da Grande São Paulo. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências(CGE), da Prefeitura, entre a noite de quarta-feira e o início da madrugada de quinta-feira, foram registrados índices pluviométricos de 55,9mm no Campo Limpo; 56 mm no Ribeirão dos Couros (divisa com São Bernardo do Campo); 45,6 mm no Córrego Oratório (zona leste); 44,8 mm no bairro Prosperidade (São Caetano do Sul); e 26,4 no rio Aricanduva (próximo ao Shopping, zona leste). Levantamento da Eletropaulo também registrou a ocorrência de 5 raios por minuto no período das chuvas. A Estação Meteorológica do Aeroporto de Congonhas, na zona sul, registrou chuva forte acompanhada de queda de granizo e rajadas de vento de até 54 km/h. Por volta das 14 horas desta quinta-feira, as regiões sul, leste e sudeste da capital entraram novamente em estado de atenção. O motivo foi o risco de deslizamentos e transbordamentos, em função dos últimos dias com chuvas fortes em praticamente toda a cidade, com alguns rios e córregos com os níveis elevados e o solo encharcado. ABC Moradores do ABC acionaram o Corpo de Bombeiros por volta das 16h30 desta quinta-feira para resgatar moradores ilhados em pontos de alagamentos que se formaram após fortes chuvas em Santo André e em São Bernardo do Campo. Como medida de segurança, a concessionária Ecovias bloqueou as alças de acesso à interligação planalto. Somente os motoristas que viajavam em direção ao litoral pela rodovia dos Imigrantes puderam acessar a interligação em direção à Rodovia Anchieta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.