Força Nacional vai apurar mortes em AL

O secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, disse ontem em Maceió que a Força Nacional vai trabalhar na investigação das mortes dos moradores da rua em Alagoas. Só neste ano, 31 foram assassinados no Estado - 30 na capital e um no município de Arapiraca.

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

13 de novembro de 2010 | 00h00

Segundo Balestreri, além dos 45 policiais de outros Estados que estão em Alagoas há uma semana, mais dez homens da Força Nacional devem reforçar o trabalho feito pelo grupo desde a semana passada. O secretário não descarta a possibilidade de policiais terem participado dos crimes. "Caso seja provada a participação de homens da segurança pública, todas as medidas legais serão tomadas."

No início da semana, três policiais civis, Gerson Barros Pituba, João Alves dos Santos e Luiz Carlos Albuquerque, foram apontados pelo MPE como autores da morte de um morador de rua e negaram envolvimento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.