Foragido faz esposa refém e é morto em Rio Preto

Homem disparou contra os policiais e foi atingido na troca de tiros; crime aconteceu no domingo

Camila Alves, do estadão.com.br,

15 de setembro de 2008 | 06h39

Um criminoso foragido da Justiça foi morto após manter a mulher refém na própria casa, na rua José Durval Bueno, no bairro Vale do Sol, em São José do Rio Preto. O crime aconteceu na tarde deste domingo, 15. Segundo a Polícia Militar, Ronney Perpétuo de Souza, 40 anos, manteve a mulher Rosângela Perpétuo Martins Claudino em cárcere privado após ela recusar a voltar com ele para a casa. O caso foi denunciado por um parente da esposa do criminoso, que o viu apontando uma espingarda para a mulher. Os policiais cercaram a residência e tentaram negociar com o seqüestrador. No início da noite, Souza abaixou a espingarda e sacou um revólver calibre 32, disparando duas vezes contra os policiais. Durante a troca de tiros, o seqüestrador foi baleado. O criminoso foi levado para a Santa Casa do Município, mas não resistiu aos ferimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio Pretorefém

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.