Foragido desde 1998, condenado por 5 homicídios é preso no ES

Paulo José Lisboa fugiu de hospital psiquiátrico em Franco da Rocha; crimes foram cometidos no interior de SP

da Redação, estadao.com.br

27 de setembro de 2008 | 20h19

Foi capturado no último dia 15 o homem apontado pela polícia como o maior homicida da região de São José do Rio Preto nos últimos 20 anos. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) fez o anúncio neste sábado, 27. Em ação conjunta, a Polícia Civil da cidade do noroeste paulista e a Rodoviária Federal do Espírito Santo prenderam o vendedor Paulo José Lisboa, de 41 anos, em Vitória (ES). Ele estava foragido desde 1998, quando fugiu do Hospital Psiquiátrico de Franco da Rocha.  Durante cinco anos, Lisboa cumpriu no hospital a pena a que foi condenado por cinco homicídios e nove lesões corporais dolosas graves cometidas em São José do Rio Preto. O delegado Guerino Solfa Neto, da Unidade de Inteligência da Polícia, contou que o vendedor levava as vítimas para um local ermo, onde eram amarradas com correntes e golpeadas com uma chave de roda."Ele agia com muita frieza e crueldade, deixando os corpos totalmente desfigurados. Atacava sempre prostitutas, travestis e casais de namorados", afirmou o delegado à SSP. A polícia encontrou Lisboa quatro dias antes de expirar o mandado de prisão expedido contra ele. Inicialmente, os policiais o procuraram em Guarapari (ES). Lá, descobriram que, no ano passado, fora expedido outro mandado contra o fugitivo, em razão de uma tentativa de homicídio em 2005. O vendedor fugiu, então, para a capital do Estado, onde acabou detido. Lisboa está no Presídio de Argolas, em Vitória. Apenas depois de ser julgado pela tentativa de homicídio, ele poderá ser trazido para São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
SSPpolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.