Foto: Sérgio Castro/Estadão
Foto: Sérgio Castro/Estadão

‘Foi uma disputa muito grande para o título’, diz rainha da bateria da Mocidade Alegre

Agremiação conseguiu 269,7 pontos, suficiente para ultrapassar a vice Rosas de Ouro

Marina Azeredo - O Estado de S. Paulo,

04 Março 2014 | 19h26

SÃO PAULO - Com o título conquistado na tarde de hoje, a rainha da bateria da Mocidade Alegre, Aline Oliveira, comemora. "Foi uma disputa muito grande para o título, pois todas as escolas foram maravilhosas" , disse. A escola tornou-se tricampeã e já carrega em sua história um total de dez prêmios no carnaval de São Paulo. "A partir de amanhã começo a pensar no desfile das campeãs", comenta a campeã, que está na escola há 12 anos e três como rainha da bateria.

Para Aline, as notas foram muito criteriosas. "Eu sabia que ganharia quem errasse menos", conta. Com o enredo "Andar Com Fé Eu vou...Que a Fé Não Costuma Falhar" em uma apresentação de 65 minutos, a agremiação conseguiu 269,7 pontos, suficiente para ultrapassar a vice Rosas de Ouro.

Conquista. A taça de campeã chegou à quadra da Mocidade Alegre por volta das 18h45, com muita festa. A presidente da escola, Solange Bichara, subiu ao palco e agradeceu a todos os integrantes da escola. "Queria dizer que não existe vitória sem luta. Sei que todo mundo se empenhou para chegarmos a esse resultado. Parabéns ao departamento de alegorias, porque só a gente sabe o que a gente passou na última semana. Muito obrigada de coração a todos os destaques e composições, aos coordenadores e chefes de ala, aos autores do samba-enredo. A nossa escola é abençoada. não existe vitória sem luta, todo mundo trabalhou e se empenhou. O segredo do sucesso está na união. A vitória vem da luta, a luta vem da força e a força vem da união. A festa é nossa! ", gritou, para delírio dos presentes na quadra.

Veja a classificação final:

Mocidade Alegre - 269,7

Rosas de Ouro - 269,4

Águia de Ouro - 269,3

Acadêmicos do Tucuruvi - 269,1

Dragões da Real - 269,1

Acadêmicos do Tatuapé - 268,9

Tom Maior - 268,8

Império de Casa Verde - 268,5

Vai-Vai - 268,2

Gaviões da Fiel - 268

X-9 - 268

Nenê de Vila Matilde - 267,5

Pérola Negra - 267,1

Leandro de Itaquera - 266,4

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.