Fogo destrói loja em dia de festa de Copacabana

Incêndio atingiu casa comercial em umas das principais avenidas do bairro bem em seu aniversário de 120 anos

MARCELO GOMES / RIO, O Estado de S.Paulo

07 Julho 2012 | 03h03

No dia em que o bairro mais famoso do Rio celebrava 120 anos, um incêndio destruiu, na manhã de ontem, uma loja de artigos para festas na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das principais de Copacabana, na zona sul. Não houve feridos. O trânsito ficou complicado no bairro durante toda a manhã.

Funcionários da Aidan, que funciona no local desde 1987, contaram que o fogo começou às 9h15 - 15 minutos após a abertura - no segundo andar, onde havia um refeitório, o estoque e máquinas. Vinte e cinco funcionários e os poucos clientes conseguiram sair rapidamente.

O fogo ainda atingiu a loja vizinha Arrazo, de vestidos para festa. "Atingiu os fundos, onde fica meu estoque", reclamou o proprietário, Salim Youssef Diwan.

Testemunhas disseram que os bombeiros demoraram cerca de 40 minutos para chegar. Cerca de cem homens participaram da ação e dois caminhões com escadas Magirus foram deslocados para o local. O vice-presidente da Associação de Moradores de Copacabana, Tony Teixeira, cobrou maior fiscalização. "Há muitas lojas no bairro que funcionam em prédios antigos."

Perícia. O fogo foi controlado por volta das 11h30, segundo o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões. Ele disse que o socorro chegou em oito minutos. "Se tivesse levado 40 minutos, todo o quarteirão teria sido atingido."

A Defesa Civil constatou que os prédios vizinhos à loja não tiveram as estruturas abaladas. À tarde, a fachada da Aidan foi demolida para evitar acidentes. "Apenas o mezanino corre risco de desabar. Somente a perícia vai apontar a causa do fogo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.