Flanelinha tenta resgatar chave de carro e cai em bueiro

No interior, dona do carro vai embora e não dá os R$ 10 prometidos ao soldador

Chico Siqueira, do Estadão

13 de julho de 2007 | 13h22

O soldador Silomar Freitas, de 26 anos, ficou 40 minutos com parte do corpo presa em um bueiro, quando tentava pegar as chaves de um carro, na tarde de quinta-feira, 12, em Fernandópolis, a 555 quilômetros de São Paulo.Freitas pretendia receber R$ 10 de uma motorista que deixara as chaves cair dentro da galeria, no centro da cidade. Mas, ao enfiar a cabeça e parte do tronco dentro do bueiro, ficou entalado e não conseguiu sair.O Corpo de Bombeiros foi chamado e teve de usar um equipamento de ar comprimido para quebrar o concreto e retirar a cabeça do soldador sem machucá-lo. Freitas, que estava sem camisa e só de shorts, ficou o tempo todo deitado de barriga no asfalto (cuja temperatura estava em 30 graus) com a cabeça dentro do bueiro.A operação interditou parte da Rua Espírito Santo, chamando atenção de dezenas de pessoas que passavam pelo local. Depois de 40 minutos, os bombeiros conseguiram retirar Freitas, sob aplausos do público.As chaves foram retiradas com ajuda de um gancho. O soldador foi levado ao pronto-socorro com escoriações no rosto e cabeça. A dona do carro, não identificada, saiu sem pagar os R$ 10 ou mesmo agradecer o soldador, que prometeu nunca mais passar perto de um bueiro.

Mais conteúdo sobre:
acidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.