Flamengo suspende contrato e advogado de clube deixa caso

O Flamengo oficializou ontem a suspensão do contrato de Bruno Fernandes até o fim da investigação. O desejo de dispensar o atleta esbarrou no temor de que, se absolvido, o goleiro processe o clube. Ele tem contrato até 2012, com salário de R$ 200 mil. O advogado Michel Assef Filho, que representa o Flamengo, abandonou a defesa do goleiro. A Olympikus suspendeu o patrocínio de Bruno e cancelou a produção da linha exclusiva do goleiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.