Flamengo deve dar pensão ao filho de Eliza

CASO BRUNO

, O Estado de S.Paulo

29 Outubro 2010 | 00h00

A Justiça do Rio determinou na segunda-feira que o Clube de Regatas Flamengo deposite em juízo 17,5% do salário do ex-goleiro Bruno Fernandes como adiantamento de pensão alimentícia. O depósito deverá ser feito no processo pelo reconhecimento da paternidade, aberto por Eliza Samudio contra Bruno, quando ela estava grávida, em 2009. Eliza acusava Bruno de tê-la agredido e tentado fazê-la abortar o bebê.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.