Fiscal que atuava junto a camelôs é morto em SP

Assassinato aconteceu na esquina da Avenida Santo Amaro com a Rua Dr. Jesuíno Maciel

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

23 de outubro de 2008 | 06h11

Um fiscal da Prefeitura de São Paulo foi morto a tiros, por volta das 20 horas de quarta-feira, 22, na esquina da Avenida Santo Amaro com a Rua Dr. Jesuíno Maciel, no Campo Belo, zona sul da capital paulista. Ao volante de um Fiat Pálio, Claudemir dos Santos, 44 anos, que atuava em blitze, os chamados "rapas", contra camelôs, foi surpreendido por dois ocupantes de um Corcel vermelho. Armado de pistola calibre 380, um dos desconhecidos atirou várias vezes contra Claudemir que, mesmo encaminhado ao pronto-socorro do Hospital São Paulo, não resistiu e morreu. A dupla fugiu e nada foi levado da vítima. Testemunhas não anotaram as placas do veículo. Policiais militares e civis foram acionados para o local e encontraram várias cápsulas de pistola no chão. O homicídio foi registrado no 27º Distrito Policial, pelo delegado Armando Novaes.

Tudo o que sabemos sobre:
fiscalcamelôsSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.