Fiscais apreendem 57 táxis clandestinos no Aeroporto de Congonhas

A Prefeitura de SP fiscalizou 739 táxis que operam na região, aplicando multas em 84 deles; fiscalização será intensificada no aeroporto e em terminais rodoviários

Priscila Trindade, estadão.com.br

13 Setembro 2010 | 17h06

SÃO PAULO - A Prefeitura de São Paulo informou nesta segunda-feira, 13, que o Departamento de Transportes Públicos (DTP) e a SPTrans apreenderam 57 táxis clandestinos no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, no período de 14 de agosto a 8 de setembro.

 

Os fiscais vistoriaram 739 táxis, sendo que 84 foram multados. Onze motoristas foram intimados a comparecer à sede do DTP para regularizar a documentação.

 

No Aeroporto de Congonhas, funciona o Ponto 606, onde operam 456 veículos do sistema comum. Além desses, 621 veículos do sistema rádio-táxi Vermelho e Branco estão autorizados a operar no Aeroporto. Há ainda duas vagas utilizadas por veículos de rádio-táxi comum quando recebem chamados de usuários do local.

 

Congonhas atrai veículos e condutores ilegais, que se apresentam como taxistas e realizam corridas em veículos particulares, sem autorização, devido a movimentação diária de aproximadamente 30 mil passageiros.

 

A Prefeitura informou que a fiscalização contra falsos taxistas será intensificada em Congonhas e nos terminais rodoviários da Barra Funda e do Tietê.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.