Fiocruz vai mapear cracolândias

O governo federal aposta agora em uma pesquisa científica que está sendo realizada em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, voltada para 22 mil usuários de crack em zonas urbanas e rurais, nas áreas determinadas como cracolândias. A ideia é mapear as cenas de uso e não o processo de compra e venda.

, O Estado de S.Paulo

14 Dezembro 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.