Fim da taxa não fere contrato, diz Kassab

O prefeito Gilberto Kassab (PSD) disse ontem que a intenção do prefeito eleito Fernando Haddad (PT) de extinguir a taxa de inspeção veicular não contraria o contrato com a Controlar. "É uma decisão da administração sem vinculação com o contrato. O que o prefeito e sua equipe definem é legítimo." Segundo Kassab, não importa quem paga a empresa, se a Prefeitura ou os donos de veículos. "Minha administração entendeu que era correto cobrar do proprietário. Cabe agora ao prefeito eleito se manifestar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.