Filho adotivo mata o próprio pai em Sorocaba

Durante as investigações, a polícia apurou que a vítima tinha um filho adotivo e que o rapaz era usuário de droga

Paulo R. Zulino - estadao.com.br,

14 de fevereiro de 2008 | 10h51

Um filho adotivo matou o próprio pai em Sorocaba, no interior de São Paulo, e se refugiou numa clínica de recuperação para usuários de drogas. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Segurança Pública, o caso aconteceu no último dia 4 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval. Naquele dia, um montador metalúrgico estava se dirigindo ao trabalho e por volta das 4h40, quando esperava o ônibus da empresa, acabou sendo atingido no rosto por dois tiros. Ele chegou a ser levado para o Hospital Regional de Sorocaba, mas não resistiu.   Durante as investigações, a polícia apurou que a vítima tinha um filho adotivo e que o rapaz era usuário de drogas. Descobriu-se, também, que ele já tinha furtado integrantes da família e chegou até a roubar a bolsa da própria mãe. Nos últimos tempos, ele inclusive vinha ameaçando os parentes. A polícia prendeu na manhã de quarta-feira, 13, prender um amigo do filho da vítima, que teria emprestado um veículo ao rapaz. Logo depois, a polícia prendeu ele também, em Ubatuba, onde ficou refugiado numa entidade para usuários de drogas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.