Filha de casal assassinado em Alphaville é presa por suspeita do crime

Polícia diz que mulher e o marido dela foram detidos 'para prestar esclarecimentos'; vítimas morreram em outubro

Luciana Fadon Vicente, Central de Notícias

15 Dezembro 2010 | 11h18

SÃO PAULO - A filha e o genro do empresário Wilson Tafner e da advogada Tereza Cobra foram presos na manhã desta quarta-feira, 15, em Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo, acusados pela morte do casal. A polícia do município informou que os dois foram detidos para prestar esclarecimentos, mas não apontou por quanto tempo ficarão presos e se teriam sido indiciados pelo crime.

 

O empresário e a advogada foram mortos a facadas em Alphaville no dia 2 de outubro. Roberta Nogueira Tafner, de 29 anos, e o marido dela, Willians de Souza, foram apontados como os principais suspeitos, depois que a polícia descartou a hipótese inicial de roubo seguido de morte.

 

Antes do crime, Roberta teria deixado o escritório da mãe, no qual trabalhava, depois de uma briga, passando posteriormente a pedir 30% das empresas do pai.

Mais conteúdo sobre:
crime violência Alphaville assassinato SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.