Fernando Haddad é vaiado em evento no Vale do Anhangabaú

Prefeito participava de evento no Dia da Consciência Negra, no centro da Capital; gelo, latas de cerveja e outros objetos foram atirados em direção a ele, mas não o atingiram

Artur Rodrigues, O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2013 | 18h55

SÃO PAULO - O prefeito Fernando Haddad (PT) foi hostilizado durante evento em comemoração do Dia da Consciência Negra, nesta quarta-feira, 20, no Vale do Anhangabaú, região central da Capital. Ao subir no palco para discursar, o público presente começou a atirar objetos em sua direção e a vaiá-lo.

"O presidente Lula me falou: 'Não deixe de falar quando a população está vaiando porque, se você deixa de falar quando te vaiam, você vai ficar envaidecido quando te aplaudem'", disse Haddad.

O discurso durou cerca de dois minutos. Enquanto isso, a multidão atirou pedaços de gelo, latas de cerveja e outros objetos contra o palco, mas não atingiram o prefeito. Ao descer do palanque, Haddad relacionou as vaias com as recentes manifestações. "O ano é esse, é o ano de protestos", afirmou.

Questionado se as vaias têm a ver com o recente aumento do IPTU imposto pela Prefeitura, ele afirmou que há muita desinformação sobre o tema. "Estão achando que o IPTU na periferia vai aumentar. Na verdade, ele vai cair. Como a população está muito desinformada, na hora que chegar o carnê tudo muda", concluiu o prefeito.

Mais conteúdo sobre:
haddadiptuvaia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.